Tirando leite de pedra: A metamorfose do AP e suas ramificações.



A O EA 827/EA 113 MOSTRA QUE EVOLUIU ATÉ ONDE NÃO SE IMAGINAVA.
O motor AP vai sempre render polêmicas e das boas, aliás as frases mais existente são essas:
"AP só existe do Brasil"
"Ué está louco? TFSI não tem nada a ver  como AP"
"O AP é como  Jason, quando você pensa que morreu, ele não morreu"
"O Jetta usa motor AP"
"O Jetta não usa motor AP"
Enfim essas frase é para responder a pergunta que nunca quer calar, mas lógico antes que você ache que misturo alho com bugalhos, é só ler a matéria inteira e não distorcer o que escrevi e antes que você comece a chorar sobre o Audi TTS TFSI da foto, vou lhe falar uma coisa: o que importa é o resultado e os resultados produzidos no TTS são excelentes, então não existe por que chorar.
A primeira pergunta "AP só existe no Brasil?" resposta: Não, no exterior ele se chama EA 827 assim com os outros motores da VW: EA 111, EA 211, até o EA 113 que depois eu vou explicar mais á frente o por que disso, existe o EA 885 e o EA 888, o que tem relações intimas com o AP são o EA 827 e EA 113 que são o foco de nossa matéria e inclusive o MD dos antigos Passat nacionais também é EA 827 e aqui no Brasil é chamado também de "AP bielinha" e enfim tenho dois leitores que converso vai de agrado: um gosta de matérias técnicas e outro é fã da Volkswagen.
A ERA" BIELINHA"

1300
1297cm3
Diâmetro 75 x 73.4mm
1500
1471cm3
Diâmetro 76.5 x 80mm
1600
1588cm3
Diâmetro 79.5mm x 80mm
1600 diesel
Diâmetro de 76.5 x 86.4mm
1800
Diâmetro de 81mm e curso de 86.4mm
Está vendo os dois motores em cima, o primeiro é do Passat TS 1600 e o segundo é do Golf GTi de primeira geração( a terceira geração chegou aqui nos anos 1990) "transveralise" o motor do Passat e imagine ao lado do Golf, ou "longitudinualise" do Golf, pode ver que tirando a injeção mecânica o resto é tudo igual, aqui no Brasil só tivemos o 1500, 1600, 1800 e o 1600 Diesel na Kombi, na europa teve até versão Turbo Diesel do 1600,  o 1500 começou a carreira com carburação simples e terminou com ela e ganhou opção á álcool, o 1600 começou com dupla carburação e morreria com ela, mas na terra do 7x1 evoluiu a ponto de ganhar injeção mecânica para o primeiro Golf GTi, o 1800 começou com dupla carburação ,mas bielas eram tão curtas que faziam vibrar além da conta e não desenvolver a potência que deveria, mas enfim ao menos a VW brasileira tomou uma solução que já vamos falar e lembrando que os 1500 e 1600 tiveram opção de motor á álcool ,  além da gasolina.
A ERA "BIELÃO"/AP
1300
1272cm3
Diâmetro 72mm e curso de 75mm
1600
1596cm3
Diâmetro de 81mm e o curso de 77.4mm
1800
1781cm3
O mesmo diâmetro do 1.6 e curso de 86.4mm
2000
1984cm3
Diâmetro de 82.5mm e o curso de 92.8mm
Vamos a foto, a foto a primeira de cima é do Gol GTi de primeira geração e a foto de baixo é do Golf GTi de segunda geração, tirando faça a mesma operação que você vez acima no Passat, ou seja você vai notar semelhanças é basicamente um motor AP e aliás esteve em posição transversal no Golf de III geração, Seat Córdoba, Ford Escort, Ford Verona, Apollo, Logus e Pointer aqui no Brasil também.
Além de resolver o problema do 1.8 adotando bielas mais longas, resolvia padronizar com alterações no 1.6, mas de resto é igual, inclusive até a correia dentada e sempre com carburação dupla, gasolina ou álcool, três anos depois estreia o AP 2000 que vinha com carburação dupla e versão á gasolina, na Alemanha eles tiveram o 1300, mas era feito no Brasil, se não viu a matéria sobre motores exilados:
Enfim com o tempo as três cilindradas presentes no Brasil, ganharam injeção eletrônica monoponto, depois multiponto e mais tarde o 1600 virava o primeiro Flex no Brasil e o 1800 também virava Flex, mas o 1600 ganhava alterações para ficar mais potente e depois aí o AP "convencional" dava adeus junto com a Parati em 2012, mas lembre-se o AP continua vivo, depois eu conto...
 O CINCO CILINDROS
1900
1921cm3
Diâmetro 79.5mm e curso de 77mm
2000
1994cm3
Diâmetro de 81mm e curso de 77.4mm
2100
2144cm3
Diâmetro de 79.5mm e o curso de 86.4mm
2200
2236cm3
Diâmetro de 81mm e curso de 86.4mm
Bom você pode estar achando que é ilusão de ótica, mas não é um AP de cinco cilindros, olha o tamanho e o desenho desse motor, inclusive esse motor esteve numa lenda dos Rally: o Audi Quattro na versão 2.1 Turbo e pode quer o 2000 de cinco cilindros e 2200 repetem os quatro cilindros 1600 e 1800 basicamente um AP com um cilindro a mais e esse motor é uma foto tirada de um Audi 200.
BLOCO ALTO E CABEÇOTE CONVENCIONAL.
1984cm3
Diâmetro de 82.5mm e curso de 92.8mm
Esse motor é um do Passat alemão que chegou ao Brasil nos anos 1990, afinal sempre tem alguma coisa a descobrir e confesso que quando me falaram não acreditei e eis que era verdade: o "AP 2000 de bloco alto e cabeçote convencional"  esteve no Passat alemão, mas enfim existiu, ele tem o bloco mais alto para acomodar as bielas mais longas o que deixa ele bem suave diferente do AP 2000 e aí ele passou a se chamar EA 113 junto com outras variações desse motor e o motor é do Passat de quarta geração,  já que o primeiro é mais antigo e a segunda é o Santana.
BLOCO ALTO, CABEÇOTE FLUXO CRUZADO E VERSÃO 16 VÁLVULAS.
2.NADA
2.NADA 16V(GOL GTI 16V E PARATI GTi 16V).
Diâmetro 82.5mm  x curso de 92.8mm
O Golf chegava na terceira geração importado do México em 1994 e junto com ele veio o bloco alto e o cabeçote de fluxo cruzado, aliás o bloco alto estreou no próprio Golf já que chegou aqui no Golf e aliás o motor era feito no México também, o Passat veio alguns meses depois e no final de 1995 chegava a versão com cabeçote de 16 válvulas e duplo comando de válvulas que estreava no Gol GTi 16V "bolinha" tanto que o  conjunto de biela longa, bloco alto é procurado por muitos proprietários de Gol para modificar o seu AP, enfim o Golf mexicano deu adeus em 1998 nas versões GLX e GTi, a GL 1.8 vinha com o AP convencional, já o motor 16V do Gol GTi foi até outubro de 2000 e ambos são EA 113, mas o VW do Brasil chamou o motor do Gol GTi 16V de "AP 2000 16V" o primeiro de cima é versão 8 válvulas do Golf mexicano e o segundo é do Gol "Bola" GTi 16V.
                                                           OS "MONSTROS" DE CINCO CILINDROS.
                                                             2200 20V TURBO
                                                                2236cm3
                                                 Diâmetro de 81mm e curso de 86.4mm
Bom depois esse modelos ganharam cabeçote de 20 válvulas(4 válvulas por cilindro) e turbo nos modelos da Audi, sendo Audi S6 e a lendária RS2 Avant com motor preparado pela Porsche e ambos com turbo,  diga-se e aqui é um motor de uma Audi S6 Avant.
                                                           O PRIMEIRO V8 DA AUDI
3600
                                                                           3562cm3
                                                    Diâmetro de 81mm e curso de 86.4mm
O primeiro V8 da Audi é basicamente um "AP 3600 32V" é basicamente, a grosso modo dois "AP 1800 juntos" e com cabeçote de 4 válvulas por cilindro era o primeiro V8 da Audi, equipava o Audi V8, depois a Audi começou a desenvolver outros V8, V10, V12 e até W12 e V6 é claro. ou seja o primeiro V8 da Audi tem forte veia AP e aqui é um motor de um Audi V8 antecessor do A8.
                                           OS CABEÇOTE 20 VÁLVULAS E QUATRO CILINDROS
                                                        1781cm3
                                              Diâmetro de 81mm e curso de 86.4mm
                                                         1984cm3
                                              Diâmetro de 82.5 e curso de 92.8mm
Nos anos 1990 o grupo Volkswagen colocou 5 válvulas por cilindro em tudo quanto é motor e o 1.8 que na verdade é um AP 1800 com cabeçote de fluxo cruzado não escapou e ganhou 5 válvulas por cilindro e turbo e estreou no Golf GTi e Audi A3 aqui no Brasil só o primeiro contou com versão aspirada na primeira geração ambos tiveram versão turbo, o importado da Alemanha A4 e Passat também contaram com versão turbo e também é chamado de EA 113 e nos últimos A4 até o 2.nada foi ressuscitado, eu acredito que o 2.nada com bloco alto e biela longa, afinal tem que girar mais e o motor da foto é do Golf GTi de quarta geração e o mesmo do Golf GTi nacional, apesar do duplo comando de válvulas, ele tem apenas uma polia acionada pela correia dentada por que o outro comando de válvulas é acionado por corrente metálica por trás.
                                           BLOCO BAIXO E CABEÇOTE DE FLUXO CRUZADO.
1984cm3
Diâmetro 82.5mm e curso de 92.8mm
Como eu sempre digo que existe algo para descobrir, eis que numa conversa de Internet descubro que é bloco baixo e cabeçote de fluxo cruzado e chegou a conclusão: é mais AP do que eu pensava, afinal feito em cima do bloco baixo estreou no Golf importado na Alemanha em 1998 que é a quarta geração que foi nacionalizada em 1999, que aliás o motor vinha do México e de lá vinha os irmãos Bora e New Bettle, mais tarde o Golf é reestilizado, em 2008 o motor passa a ser Flex para equipar os três modelos e em 2011 passava a equipar o Jetta, ou seja isso responde uma das perguntas: O Jetta usa um motor AP com cabeçote de fluxo cruzado e o motor é do Bora, o mesmo do Golf de quarta geração, New Beetle e Jetta.
                                             INJEÇÃO DIRETA, TURBO E INJEÇÃO DIRETA
                                              Cilindrada:1984cm3
                                             Diâmetro de 82.5mm e curso de 92.8mm
"Agora o Wellington pirou de vez" Não, não pirei, em primeiro lugar se você lembrar do Jetta TSI foi logo avisando que ele usa o EA 888 que usa corrente metálica, esse motor é do Golf V GTi que não tivemos no Brasil, mas ele esteve presente no Tiguan, Audi A3 de 2006 a 2010, Passat de injeção direta sem turbo e com turbo é o Passat de quinta geração, Audi TT de segunda geração, enfim a VW resolveu substituir as 5 válvulas por cilindro pela injeção direta e aí que está o leite de pedra, tanto que nessa versão ele se chama "FSI Turbo", mais tarde a VW começava substituir pelo EA 888 só que os Audi TTS e S3 estavam em desenvolvimento, então a VW decidiu manter o EA 113 para esses dois modelos e aí vieram com o EA 113 em resumo, os primeiros FSI e TFSI tem um elo de forte ligação do AP e pelo tamanho da capa, creio que a mesma engenharia adotada no 5 válvulas por cilindro, foi mantido, uma polia para correia dentada e outra para corrente na traseira, "Mas ué, você disse que o Jetta TSI usa corrente metálica...." calma aí, no Jetta TSI tem duas polias que alojam a corrente metálica como é no comando duplo, diferente do EA 113 TFSI e também foi usado no Golf IV R em uma versão com desempenho de maior calibragem.

1"AP só existe no Brasil"=Não, no exterior ele se chamava EA 827 desde 1972 quando estreou no Audi 80 e dois anos depois estreou no Brasil a bordo do Passat nacional.

2"Ué está louco, TFSI não tem nada ver com AP"= Se for um Golf 1.4 TSI ou um Jetta TSI ou até Golf VI e VIII GTI realmente não tem nada a ver com o AP, mas se for Golf V GTi, Audi TTS/S3 de geração anterior lançada em 2009 (a nova geração usa o EA 888) tem um forte elo de ligação com o AP.

3"O AP é como Jason, quando pensa que ele morreu, ele não morreu" em parte, morreram alguns AP pelo caminho, mas o AP de fluxo cruzado do Jetta sobrevive e continua na linha 2016.

4"Jetta usa motor AP ou Jetta não usa motor AP" : Para mim é basicamente um AP 2000, lógico que ele não vai ser exatamente igual ao AP 2000 de 1988 do Santana á carburador, mas mesmo assim ainda é um AP muda poucos detalhes, enfim o cabeçote de fluxo cruzado leva correia dentada e velas a reboque e então ele usa motor AP, sim.





                                                             









Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Tenho um motor EA113 está em um New Bettle ano 2008
    Gostaria de saber se ele encaixa no câmbio do Santana ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia tudo bem? em tese sim, afinal o Torque é o mesmo, o que pega talvez é a posição do câmbio: transversal no New Bettle e longitudinal no Santana, talvez seja o lance de ver o volante, mas em tese dá sim, já que o Santana tinha torque equivalente(no caso o 2000), afinal pretende instalar o EA 113 no Santana?

      Excluir
  3. Show... Gostei da matéria... Parabéns... Tenho um POLO SEDAN 2.0 2003 com motor EA113 segundo este site...
    http://www.carrosnaweb.com.br/fichadetalhe.asp?codigo=395

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, EA 113 é evolução do AP, afinal é o AP 2000 com cabeçote de fluxo cruzado e outras alterações, no caso caso o bloco é baixo e as bielas curtas, não está errado em chamar de EA 113, afinal o AP na Alemanha chamava 827 e o 113 é evolução desse motor e de qualquer forma o seu motor está na parte "bloco baixo e cabeçote de fluxo cruzado". Tanto que o diâmetro x curso dele repete o AP 2000.

      Excluir
    2. E ai Wellington, cara gostei do seu blog, eu tenho um golf 2.0 auto, que me mata é esse cambio kkk mas eu curto o carro, então eu vi que mencionou que esse motor ea-113 tem as bielas mais curtas, isso mudaria a relação R/L proporcionando mais giro? Voce tem os dados completo desse motor?

      Excluir
    3. Que a no é o seu Golf? sei que os mexicanos tinham o bloco alto e a biela de 159mm(igual ao Gol GTi 16V) e isso facilita o aumento de giro, logo esse Golf 2.0 se for o modelo alemão(1998 até 1998) e o modelo nacional é a biela de 144mm mesmo, aliás bem curta, mas com o câmbio é AT, acredito que seja o câmbio AT4, mesmo. Sim a biela mais longa proporcional melhor r/l , afinal o Gol GTi 2000 16V tinha r/l de 0.29 contra 0.32 dos demais AP 2000( o que acredito que o seu Golf também esteja entre eles, que no caso é o EA 113).

      Excluir
  4. estou com um audi a6 avant motor v6 de leilao para retiarar o motor e por em um satana. nunca fiz esse trabalho mais acho q vai dar certo. oq vc me diz ?acha q da certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, olha não posso dizer se o V6 cabe ou não, acho que pode tentar, afinal se tu já comprou o motor não custa tentar, mas acho que você tem que ir atrás de um câmbio que aguente o torque do V6, por que a caixa original do Santana não aguenta o torque, se fosse o cinco cilindros da Audi poderia dar a certeza que cabe, já que o Audi Quattro tem a mesma base do Santana, agora o V6 acho só você mesmo indo para ver.

      Excluir
  5. bom dia,
    Prezados, estou com uma dúvida pertinente à respeito do voyage usado. Pretendo comprar um sedã médio usado na faixa dos R$ 35.000 reais, já analisei todas as opções disponíveis e confesso que está bem difícil, todos os modelo na minha humilde pesquisa possuem algum problema crônico, o modelo mais próximo digamos à perfeição foi o siena 1.4 (não o grand siena), siena mesmo, mas... saiu de linha, minha situação de revenda vai ficar difícil por ex. daqui 2 ou 3 anos. Voltei a olhar e analisar o voyage, resistente, nacional, econômico, espaçoso etc, mas... de novo, problemas crônicos nos motores VW EA 111 (1.6) que é versão que pretendo comprar, vazamentos, válvulas empenadas, etc, no valor que possuo daria para comprar um modelo/ano 2014/2015 talvez e vi em determinada matéria que o modelo I-Trend de 2013 usa um motor diferente o EA-113, seria isso mesmo?? Esse motor dadas as condições de manutenção adequadas possui tbm problemas crônicos??? Quanto ao novo motor a partir de 2015 é tbm para o 1.6??
    Agradeço imensamente se puderem responder e lançar alguma luz nas minhas indagações. Já que tenho dinheiro e nem mereço (aliás ninguém merece) se incomodar e perder dinheiro num modelo problemático.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia! eu sei de problemas do EA 111 1.6 do Voyage/Gol que eram nos modelos 2008/2009, e pelo visto parece que era sanado. Aliás Voyage e Gol 1.6(a exceção do Rallye 1.6 16V) sempre usaram o EA 111 1.6 , apenas Golf e Polo no Brasil usaram o EA 113 2.nada 8V e o Golf GTi usou o 1.8 20V Turbo, enfim de qualquer forma o Voyage nunca teve o EA 113. E olha tem que ver o estado do carro, por que em 2015 nunca houve novo motor, já o 1.nada que trocou o EA 111 pelo EA 211 1.nada 12V de três cilindros em 2016 só ,o 1.6 sempre foi EA 111. Se o carro foi cuidado beleza, o meu irmão por parte de pai tem um Voyage 1.6 dessa época, até agora não teve problemas crônicos, mas vai ver o estado. Vazamento de óleo realmente é complicado, válvula empenada, realmente o proprietário anterior não trocou a correia dentada, é melhor procurar um Voyage em melhor estado ou exigir a troca dos componentes defeituosos.

      Excluir
  6. Eu tenho um gol power 2011 que usa também esse motor EA 111 1.6 que comprei zero km e atualmente está com 83 mil kms rodados, isso em uso misto em estrada e cidade. Digo que a mecânica é excelente. Nuca tive problemas com relação a motor. Anda bem e é relativamente econômico: Trânsito urbano faz: 9 km/l na gosolina, com ar condicionado ligado, (considerando que minha cidade é morrada) e na estrada incríveis 15 a 17 kms/l , também com ar condicionado ligado, andando na faixa de 100 a 120 kms/h. A manutenção que tive até então se refere a pastilhas, discos, fluídos, filtros, um rolamento de roda dianteiro, correia dentada e duas baterias. Infelizmente o que incomoda no carro é o barulho interno, visto que os encaixes da VW não são precisos e são feitos da junção plástico duro, entretanto hoje isso é moda em todas as montadoras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa valeu pelo relato, a matéria aqui é sobre o EA 113/EA 827(AP), mas enfim creio que tu quis responder ao colega de cima (que estava com receito de comprar um Voyage 1.6) e isso responde muito! obrigado pela resposta!

      Excluir
  7. Boa noite . Estou sondando um golf 2008 2.0 comfortile automático tiptronic
    E estou receoso em relação ao motor / câmbio ( esse motor e o argentino?)
    Ou é o Audi puro sangue.
    Esse câmbio e o com a posição s ( sport)
    O que me dizem em relação ao carro

    ResponderExcluir

Postar um comentário