A Primeira geração de picapes grandes da Chevrolet e seus parentes Americanos e Argentinos.

A PRIMEIRA GERAÇÃO DA PICAPES GRANDES DA CHEVROLET MARCA O ESQUEMA "CHASSI DE PROJETO AMERICANO+CASCA LOCAL".
Na entrada de década de 1960 os americanos já tinham ganho uma nova geração de picapes,no Brasil seguia a produção da 3100 e os lançamento dos derivados Amazona,Corisco e Alvorada e aí a GMB resolve em cima do modelo americano fazer um desenho local.
                                 A antiga Chevrolet 3100 "Brasil" usava o motor 261 de seis cilindros em linha e 4.3 litros de 142CV.
A Amazona era a versão local da Suburban.
Em março de 1964 é lançado as novas picapes,a cabine simples é chamada de C14,a cabine simples chassi longo e dupla são chamadas de C15,o design era diferente do modelo americano na dianteira e na cabine e na lateral ganhando vinco e na traseira era mantida as lanternas do modelo americano,o câmbio continuava manual de três marchas com alavanca na coluna,o motor continua o Stovebolt 261 de segunda geração(os do Opala são de terceira geração) com bloco e cabeçote de ferro,cinco mancais do virabrequim,comando de válvulas no bloco acionado por varetas,o diâmetro é de 92,2mm e o curso é de 100mm o que totalizavam 4272cm3,a taxa de compressão é de 7,8:1 mas a potência foi aumentada e o torque foi aumentado um pouco,agora gerava 32KGFMa2400RPM e 151CVa3800RPM estava mais próximo do V8 da F100,a sua suspensão trazia uma novidade,na dianteira era independente tipo braço duplo triangulares com molas helicoidais e na traseira era eixo-rígido com feixe de molas e os freios eram a tambor nas quatro rodas,o modelo C14 media 4.82metros de comprimento,1.98metros de largura,1.74metros de altura e 2.92metros de entre - eixos,já a C15 mantinha largura e altura,o comprimento era de 5.33metros e o entre - eixos era de 3.23metros e com isso 3100 e Alvorada dão adeus.
                                           A C14 chegava ao mercado e o motor era o mesmo da 3100 mas com 151CV.
A C15 vinha com cabine dupla de duas portas ou simples chassi longo e o mesmo motor da cabine simples.
Em outubro de 1964 no salão do automóvel daquele ano,mais um desenho local era a C1416 que vinha com quatro portas,ao contrário da antecessora e da Suburban americana da época,ela media 5.16metros de comprimento,mantinha a largura das picapes,a altura é de 1.73metros e o entre - eixos era o mesmo da cabine simples chassi curto e vinha com capacidade para 9 pessoas,câmbio,motor e suspensão trocava o feixe de molas da picape pela molas helicoidais na traseira, mas o resto é igual a picape  e com isso a Amazona dá o seu adeus.
A C1416 chegava ao mercado,mais tarde renomeada Veraneio e o mesmo motor das picapes.
E na mesma época a linha 1965 das picapes era apresentada e a própria C1416 é linha 1965,em outubro de 1965 na linha 1966 nada muda,em março de 1966 a C1416 é testada,ela foi de 0a100KM/H em 20.7segundos,chegou a 145KM/H e o seu consumo em terceira a 80KM/H foi de 6.9KM/L,para um utilitário até que foi bem para época e logo ela foi requisitada para os serviços de "camburão" em outubro de 1966 na linha 1967 nada muda,em outubro de 1967 na linha 1968 nada muda,em outubro de 1968 na linha 1969 a C1416 muda de nome e passa a se chamar Veraneio e a picape C14 e C15 viravam C10,mas os motores continuavam os mesmos,assim como o câmbio e em julho de 1969 a Veraneio foi testada,na pista foi de 0a100KM/H em 18.3segundos,chegou a 142KM/H e o seu consumo em terceira a 80KM/H foi de 6.4KM/L,em outubro de 1969 na linha 1970 nada muda,em outubro de 1970 na linha 1971 tanto a C10 como a Veraneio trocam os faróis duplos redondos pelos simples e sem mudanças mecânicas.

                                A primeira reforma de visual é efetuada com a troca os faróis duplos pelo simples,no motor continuava o 261 de 4.3 litros e seis cilindros em linha com 151CV,mais tarde chegavam o 151 de 2.5 litros e 90CV,o 250 de seis cilindros e 4.1 litros de 140CV e o Diesel com 3.9 litros e 77CV.
No alto a C10 Cabine simples,depois a C10 Cabine simples chassi longo e a acima a C10 Cabine dupla chassi longo e o mesmo motor da picape cabine simples.
A Veraneio também é reestilizada e os motores são os mesmos citados na picape.
Em outubro de 1971 na linha 1972 nada muda,em outubro de 1972 na linha 1973 também,em outubro de 1973 estoura a crise do petróleo e é lançada a linha 1974,em outubro de 1974 na linha 1975 nada muda e em julho de 1975 na linha 1976 como resposta a crise do petróleo,na verdade era uma aberração,a primeira era estréia do câmbio manual de quatro marchas substituíndo o de três marchas e agora no assoalho,no motor chegava o 151 de 2.5 litros e quatro cilindros,conhecido como "Iron Duke" nos EUA tem bloco e cabeçote de ferro,8 válvulas,comando de válvulas no bloco acionado por varetas é o mesmo do Opala,o seu diâmetro é de 101,6mm e o curso é de 76,2mm que totalizavam 2479cm3,a taxa de compressão era de 7,5:1 e com isso gerava 18KGFMa2000RPM e 90CVa4000RPM esse motor era muito fraco quando a picape estava carregada e aí chegava a beber igual ao seis cilindros e andar menos e além dele chegava o Stovebolt 250 de terceira geração com 4.1 litros e seis cilindros em linha,com bloco e cabeçote de ferro,comando de válvulas no bloco acionado por varetas,12 válvulas e todos aqui carburador de corpo simples,o seu diâmetro era de 98,4mm e o curso era de 84,7mm que totalizavam 4093cm3 e com isso gerava 29KGFMa2400RPM e 140CVa4400RPM era o mesmo do Opala o 261 de 4.3 litros conhecido como "Chevrolet Brasil" continuava no mercado e além das picapes estava disponível para a Veraneio,imagino a Veraneio sofrendo com o quatro cilindros.... do Opala,em outubro de 1976 na linha 1977 nada muda,em outubro de 1977 na linha 1978 chegava o motor á diesel era o Perkins 3.9 de quatro cilindros em linha,8 válvulas e comando de válvulas no bloco com bloco e cabeçote de ferro,o seu diâmetro é de 98,4mm e o curso é de 127mm que totalizavam 3892cm3,produzia a taxa de compressão de 16:1 e com isso gerava 30KGFMa1500RPM e 77CVa3000RPM resolvia o problema da falta de torque do motor de quatro cilindros,mas de desempenho em altas rotações não e a picape á diesel é nomeada D10 e esse motor também passou a equipar a Veraneio,em outubro de 1978 na linha 1979 nada muda,em outubro de 1979 na linha 1980 ela ganha nova grade dianteira e só isso até o ano seguinte.
                 Ela ganha nova grade dianteira para a linha 1980,os motores continuavam o 151 de 2.5 litros,o 250 de 4.1 litros,o 261 de 4.3 litros e o 3.9 á diesel,mas no ano seguinte chegava o 151 á álcool de 2.5 litros com 89CV e o 250 de 4.1 litros á álcool e 122CVe sai de cena o 261 de 4.3 litros,o 4.1 litros á gasolina e o 2.5 litros também á gasolina tem a potência e torque revelados em valores líquidos,agora são 73CV e 115CV respectivamente.

                                    A Veraneio ganha nova grade dianteira,aqui no "batente" e os mesmos motores da picape.
Em outubro de 1980 na linha 1981 chegavam dois motores á álcool e a picape a álcool é nomeada A10,o motor de quatro cilindros á álcool também vinha do Opala era o "Iron Duke" mas a taxa de compressão era aumentada de 10,5:1 e agora gerava em valores líquidos:17.1KGFMa2500RPM e 89CVa4800RPM e o 250 de 4.1 litros e seis cilindros também calibrado para o álcool substituiu o 261 de 4.3 litros á gasolina e com a taxa de compressão a mesma do 151 e com isso passou a gerar 27KGFMa2500RPM e 122CVa4000RPM,o 151 de 2.5 litros e quatro cilindros á gasolina agora tem a potência revelada em valores líquidos:17KGFMa2600RPM e 76CVa4800RPM e o 250 de seis cilindros em linha e 4.1 litros á gasolina agora gerava 27.4KGFMa2400RPM e 115CVa4400RPM,em outubro de 1981 na linha 1982 nada muda,em outubro de 1982 na linha 1983 nada muda,em outubro de 1983 na linha 1984 nada muda,em março de 1985 chegavam as picapes da Série 20 e com isso a Série 10(A,C e D) davam o seu adeus,a Veraneio seguia sem alterações até outubro de 1988 quando chegava a Veraneio derivada da Série 20 e a Bonanza.
 Nos EUA em outubro de 1959 na linha 1960 chegava a nova linha de picapes e Suburban,agora os modelos de tração traseira eram chamados de C e os modelos de tração 4x4 de K,os números 10,20 e 30 eram a capacidade de carga,o câmbio era manual de três marchas com alavanca na coluna,já nos motores amplo leque de opções de motores e aqui eram sob as marcas Chevrolet e GMC,nos motores o leque de opções era amplo,na base estava o Stovebolt 235 de seis cilindros em linha e 3.9 litros,o seu diâmetro era de 90,5mm e o curso era de 100mm que totalizavam 3860cm3,a taxa de compressão era de 8,5:1 e com isso gerava 23KGFMa2000RPM e 123CVa4000RPM,o nosso conhecido 261 de 4.3 litros e  seis cilindros conhecido aqui como "Chevrolet Brasil" é o mesmo das nossas picapes e por lá gerava 33KGFMa2000RPM e 150CVa3800RPM e o lendário LS1 V8 283 de 4.6 litros com diâmetro de 98,4mm e curso de 76,2mm que totalizavam 4598cm3 e gerava 39KGFMa2400RPM e 185CVa4400RPM,já nas picapes GMC os motores eram os mesmos e adicionava o GMC 305V6 de 5 litros,o seu diâmetro é de 108mm e o curso de 90,9mm que totalizavam 4989cm3,a taxa de compressão é de 9,5:1 e com isso gerava 38KGFMa2400RPM e 135CVa4000RPM,assim como a Suburban.
Aqui o modelo americano,na estréia com motor 235 de 3.9 litros e 123CV,261 de 4.3 litros com 150CV,ambos de seis cilindros e o V8 283 de 4.6 litros e 185CV,mais tarde chegava o Stovebolt de terceira geração o 3.8 litros de 140CV e o 4.8 litros de 165CV ambos de seis cilindros,mais tarde chegavam o 327V8 de 5.4 litros e 220CV e o seis cilindros de 4.1 litros e 166CV.
                                        A Surbuban estreava nova geração,mas mantinha o esquema de três portas e os mesmos motores da picape.
A Picape GMC com os mesmos motores da picape Chevrolet,menos o seis cilindros de 4.8 litros que é trocado pelo GMC V6 305 de 5 litros e 135CV.
                                                Aqui a Surbuban em versão GMC e versão 4x4 e os mesmos motores da picapes GMC.
Em outubro de 1960 na linha 1961 chegava a opção de câmbio automático de duas marchas a famosa Powerglide,em outubro de 1961 na linha 1962 nada muda,em outubro de 1962 na linha 1963 a sua suspensão dianteira passava a ser independente por braços duplos triangulares e junto com a mudança chegava o Stovebolt de segunda geração aqui conhecido no Opala,o primeiro era o 230 de 3.8 litros,seis cilindros em linha e comando de válvulas no bloco,o seu diâmetro é de 98,4mm e o curso de 82,6mm que totalizavam 3769cm3,a taxa de compressão era de 9:1 e com isso gerava 29KGFMa2400RPM e 140CVa4400RPM era o mesmo motor do nosso primeiro Opala seis cilindros e o 292 de 4.8 litros,ele mantinha o diâmetro mas o curso agora era de longos 104,6mm que totalizavam 4777cm3 é o mesmo que equipou nossos caminhões e com isso gerava 40KGFMa2400RPM e 165CVa4400RPM só que esse motor não estava disponível nas picapes GMC por causa do V6 305 de 5 litros,em outubro de 1963 na linha 1964 ela ganha nova grade dianteira,em outubro de 1964 na linha 1965 o motor 283V8 de 4.6 litros é substituído pelo 327V8 de 5.4 litros,o seu diâmetro é de 101,6mm e o curso é de 82,5mm e com isso totalizava 5379cm3 e com isso gerava ótimos 49KGFMa2400RPM e 220CVa5000RPM,em outubro de 1965 na linha 1966 o motor de 3.8 litros e seis cilindros é substiuído pelo nosso conhecido 250 de 4.1 litros que aqui no Brasil equipou Opala,Caravan,Picapes de primeira geração,Veraneio de primeira geração,Picapes de segunda geração,Veraneio de segunda geração,Omega,Suprema e Silverado,ufa! só que lá nos EUA ele gerava ótimos 33KGFMa2400RPM e 155CVa4400RPM e junto com ela chegava o câmbio manual de quatro marchas para o motor de seis cilindros.
 Em outubro de 1966 na linha 1967 chegava uma nova geração de picapes e Suburban mas mantendo o chassi do modelo anterior,com nova dianteira e traseira e mantinha o câmbio manual de três marchas com alavanca na coluna ou manual de quatro marchas com alavanca no assoalho e automática agora era de três marchas,nos motores a oferta começava com o 250 de seis cilindros e 4.1 litros herdado do anterior,assim como o 292 de 4.8 litros e seis cilindros,nos V8 voltava o 283 de 4.6 litros e o 327V8 de 5.4 litros continuava eram os motores herdados da geração anterior,a picape era renovada,assim como a Suburban e chegava o Blazer que era um Suburban encurtada com duas portas e conversível e a Suburban mantinha as três portas.nos GMC seguia o 305V6 de 5 litros e estreava o 351V6 de 5.4 litros,mantinha o curso mas o diâmetro ia para 119mm e com isso gerava 43KGFMa2400RPM e 140CVa4400RPM e isso totalizava 5378cm3,a suspensão seguia a mesma,assim como freios.
A Picape ganhava nova grade dianteira e faróis e junto com eles,mantinha o 250 de 4.1 litros e 155CV do antecessor,assim como o 292 de 4.8 litros e 165CV,voltava o 283V8 de 4.6 litros e 185CV e mantinha o 327V8 de 5.4 litros e 220CV,mais tarde chegava o 307V8 de 5 litros com 190CV,o 396V8 de 6.5 litros e 310CV e o 350V8 de 5.7 litros e 255CV.
A Suburban chegava ao mercado renovada junto com as picapes e os mesmo motores dela.
              Estreava a Blazer derivada das picapes grandes com chassi encurtado e conversível.
A Picape GMC mantinha os motores das picapes,menos os V8 de 4.6 litros e 5.4 litros e o seis cilindros de 4.8 litros,mas tinha os V6 305 de 5 litros com 135CV e o 351 de 5.4 litros e 155CV.
 
        A Suburban da GMC mantinha os mesmos motores da picape GMC e continuava com três portas.
O Jimmy era versão GMC da Blazer e tinha os mesmos motores da picape.
Em outubro de 1967 na linha 1968 o 283V8 é subsituído pelo 307V8 de 5 litros o seu diâmetro é de 98,4mm e o curso é de 82,7mm que totalizavam 4998cm3 e com isso gerava 44KGFMa2400RPM e 200CVa5000RPM era o lendário LS1 com bloco e cabeçote de ferro,16 válvulas e comando de válvulas no bloco e estreava o 396V8 de 6.5 litros,pertence a família Big Block,o seu diâmetro é de 104mm e o curso é de 96mm o que totalizava 6492cm3 e com isso gerava ótimos 57.4KGFMa2000RPM e 310CVa4400RPM,em outubro de 1968 na linha 1969 o 327V8 é subsituído pelo 350V8 de 5.7 litros,o seu diâmetro é de 101,6mm e o curso é de 88,4mm que totalizavam 5698cm3 e com isso gerava 50KGFMa2000RPM e 255CVa5000RPM,lembrando que esses motores  também estavam disponíveis para as picapes GMC e na picape GMC o 351V6 dava adeus,em outubro de 1969 na linha 1970 chegavam nova grade dianteira para as picapes tanto Chevrolet como GMC,só não mudanvam a Suburban da GMC e o Jimmy também GMC,mas a Suburban da Chevrolet e a Blazer mudavam,nos motores nenhuma alteração,só o adeus do 305V6 da picape GMC.
A Picape mudava,o motor 250 de 4.1 litros e seis cilindros é mantido com isso gerava 155CV e o 4.8 litros,seis cilindros de 165CV,o V8 307 de 5 litros e 200CV,5.7 litros e 255CV e o 6.5 litros com 310CV,mais tarde chegava o 402V8 de 6.6 litros e 320CV e a potência seria revelada em valores líquidos o 250 de 4.1 litros agora gerava 124CV,o 292 de 4.8 litros agora gerava 132CV e nos V8 o 307 de 5 litros gerava 160CV,o 350V8 de 5.7 litros gerava 190CV e o 6.6 litros agora gerava 256CV.
A Suburban também troca a nova grade dianteira e os motores são os mesmos da picape.
A Blazer também ganhava nova grade dianteira e os mesmos motores da picape.
Na picape GMC nova grade dianteira e agora os mesmos motores da picape Chevrolet.
Em outubro de 1970 na linha 1971 novos espelhos retrovisores e junto com eles o 396V8 de blogo grande é subsituído pelo 402V8 de 6.6 litros,mantinha o diâmetro e o curso aumentava apenas 0,76mm indo para 96,8mm,que totalizavam 6571cm3 e gerava 60KGFMa2000RPM e 320CVa4400RPM,em outubro de 1971 na linha 1972 diante das leis americanas que a potência teria de ser em valores líquidos,o seis cilindros 250 de 4.1 litros passava a gerar 26.4KGFMa2400RPM e 124CVa4400RPM,o seis cilindros 292 de 4.8 litros passava a gerar 32KGFMa2400RPM e 132CVa4400RPM,o V8 307 de 5 litros passava a gerar 35.2KGFMa2000RPM e 160CVa5000RPM,o V8 350 de 5.7 litros passava a gerar 40KGFMa2000RPM e 190CVa5000RPM e o V8 402 de 6.6 litros gerava vigorosos 48KGFMa2000RPM e 256CVa4400RPM e em outubro de 1972 na linha 1973 ela ganha um novo chassi que não caberá ser tratado aqui.
Na Argentina eles optaram por sempre seguir o modelo norte-americano e em outubro de 1960 era lançado o modelo argentino que era igual ao americano,ela media 4.68metros de comprimento,2.01metros de largura,1.81metros de altura e 2.92metros de entre - eixos,o câmbio era manual de três marchas com alavanca na coluna e o motor é o Stovebolt 235 de 3.9 litros de segunda geração gerava 28.5KGFMa2000RPM e 126CVa4000RPM,a sua suspensão era dependente tipo eixo rígido nos dois eixos e os freios a tambor e lógico era modelo 1961.
A C10 argentina era igual aos modelos americanos e o motor era o seis cilindros 235 de 3.9 litros e 126CV.
Em outubro de 1961 na linha 1962 nada muda,outubro de 1962 na linha 1963 chegava duas novidades,a primeira era o motor Stovebolt 230 de 3.8 litros de terceira geração o mesmo do nosso Opala de 1969 a 1971 que gerava 27.7KGFMa2400RPM e 127CVa4400RPM é o mesmo citado nas picapes americanas e o motor á diesel feito pela GM era um 2.5 alongado e convertido para o diesel,era quatro cilindros em linha e comando de válvulas no bloco,o seu diâmetro é de 98,4mm e o curso é de 107,9mm,a taxa de compressão é de 17:1 e a totalizam é de 3285cm3 é um 3.3 que gerava 19.8KGFMa1400RPM e 64CVa2800RPM,em outubro de 1963 na linha 1964 nada muda,em outubro de 1964 na linha 1965 ela é reestilizado na grade dianteira ela vai para 4.89metros de comprimento,o motor continua o 230 seis cilindros de 3.8 litros á gasolina e o 3.3 á diesel,em fevereiro de 1966 ele é testado,na pista foi de 0a100KM/H em 18segundos,chegou a 129KM/H e o seu consumo médio é de 6.5KM/L.
A picape é reestilizada,fica mais comprida e ganha nova caçamba e os motores agora eram o seis cilindros 230 de 3.8 litros á gasolina de 127CV e o 3.3 á diesel de 64CV.
Em outubro de 1966 na linha 1967 nada muda e em outubro de 1967 na linha 1968 os argentinos ganham o modelo americano de 1966 a caçamba fica maior e ele vai a 4.96metros de comprimento,mas o resto continua igual,no câmbio tudo continua como estava com três marchas e nos motores,o motor á diesel desaparece,o Stovebolt 230 de 3.8 litros continua mas gerava 27.9KGFMa2000RPM e 130CVa4400RPM e estreava o nosso conhecido 250 de 4.1 litros e com isso gerava 30.7KGFMa1800RPM e 145CVa4400RPM,agora a sua suspensão era independente por braços duplos triangulares e molas helicoidais.
A Pick-up argentina muda um pouco o desenho fica maior e o seis cilindros 230 de 3.8 litros vai a 130CV e estreava o seis cilindros 250 de 4.1 litros e 145CV,o motor á diesel dava adeus.
Em outubro de 1968 na linha 1969 nada muda,em outubro de 1969 na linha 1970  ganhava nova grade dianteira.
A Pick-up argentina ganhava nova grade dianteira,motor continua como antes.
Em outubro de 1970 na linha 1971 ganhava nova grade dianteira era igual ao americano de 1970.
                                             Nova grade dianteira igual ao modelo americano de 1970.
E a C10 argentina seguiu sem alterações até outubro de 1973 quando ganhou uma nova geração que não cabe falar aqui.
A GMB hoje é responsável pela projeto de picapes médias a nível mundial,mas antes a fabrica chegou a fazer projeto de casca local em picapes grandes e essa formula começou em 1964 e deu origem a Veraneio que virou "Camburão" e essa formula terminou em 1997,teve a mancha do motor de quatro cilindros á gasolina ou á álcool,mas ainda assim muitos ainda usam essas picapes para o trabalho.












                                         


















Comentários

  1. Olá,
    Tenho uma c14 1977. Em tudo que li pela internet nesse ano só existem c10. Elas são iguais, mas esta documentada c14 ano 1977.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso estou um pouco confuso ou receoso, sabe me dizer algo?

      Excluir
    2. Vou tentar lhe ajudar, pelo que andei pesquisando, pode ser erro de documentação, afinal teve uma história de um Landau com 999CV. Por que a C14/15 foi renomada C10 na linha 1975, mas quem saberia dizer mais detalhes é o Alexandre Badollato ele sempre pesquisa muito sobre isso. Sinceramente creio ser mais erro de documento que qualquer outra coisa: Possíveis erros:
      Ano: Pode ser que a camioneta seja 1974.
      Nome: Esse é o mais provável, afinal muitas vezes não existe identificação entre elas e aí o cara do detran na dúvida pode ter colocado C14.

      Excluir
    3. Eu não consigo entender comprei uma C10 72 e o Chassi começa com C14 e no documento fala C10, ai andei pesquisando e no facebook tem um cara que emplica lega toda essa zona que fizeram aqui no Brasil (pra variar né). To tentando achar uma 72 pra ver se o emblema é C14 ou C10

      Excluir
    4. Boa tarde, é bem provável que seja uma C10 mesmo, afinal a GM renomeou a linha de utilitários pesados(inclusive a Veraneio), no caso você fala sobre o chassi começar com C14 o número do chassi? ou a própria base? se for a própria base aí não muda nada, é apenas renomeação e nada mais, lógico muda opções de motores e outras coisas, mas o chassi da C14 e da C10 e da C15 e C10 Cabine dupla são os mesmos.

      Excluir
    5. Estou comprando uma C14 1965 e no doc. Fala C10, vcs sabem me falar se em 1965 tinha C10?

      Excluir
    6. Mais um erro de documento e desta vez é o inverso, por que Série 10 foi surgir anos depois, afinal é apenas uma renomeação do modelo.

      Excluir
    7. ola boa noite a todos eu tambem fiquei com duvidas a C 14 foi fabricada até 1973 e eu comprei uma 1976 que no documento fala C 14 pois a C 10 começou em 1974 vai saber que rolo foi este em.

      Excluir
    8. Provavelmente erro de documento, afinal o que vejo de rolo não está escrito, já vi um caso do Galaxie Landau de "999CV". rssss.

      Excluir

Postar um comentário