IVECO EUROTRAKKER: O OFF-ROAD DA IVECO

ELE LEVOU A IVECO AO FORA DE ESTRADA, NO SEU RETORNO AO BRASIL.

A Iveco retornou ao Brasil depois de 12 anos de ausência, afinal a marca havia fechado a fabricação de caminhões em Duque de Caxias-RJ. O Retorno se deu com a Daily em 1997 com importações de unidades da Argentina de Itália, no ano seguinte foi vez do EuroCargo e do Eurotech e junto do Eurotech veio o EuroTrakker, que é focado no off-road.




Antes apenas um esclarecimento: como é díficil achar fotos dele no Brasil, tive que recorrer as fotos do exterior, afinal ele vendeu muito pouco e tem poucos sobreviventes, infelizmente.

A CHEGADA AO MERCADO SE DÁ em  maio de 1998 como modelo 1999, esse vinham sempre da Argentina, só que diferente do Europeu, ele tinha o para-choque mais baixo, ele era apenas 6x4, o câmbio era manual de 16 marchas, afinal o foco era transportes de madeira e canavieiro, o câmbio tinha relações curtas, assim como o Eurotech, o Eurotrakker trouxe um velho conhecido dos brasileiro debaixo da cabine: o motor seis cilindros em linha Fiat 8210 de 14 litros, com bloco e cabeçote de ferro, comando de válvulas no bloco acionado por varetas, turbo, intercooler e bomba injetora de atuação mecânica e com isso ele gerava 175KGFM a 1100RPM e 370CV a 1900RPM, nesses 13 anos de ausência ele ganhou 70CV em relação a versão que era usada no Fiat 190 Turbo que deixou o mercado em 1985. A sua suspensão é eixo rígido com feixe de molas nos dois eixos, os freios são a tambor nas quatro rodas, já o tanque de combustível podia ser um de 300 litros e outro de 240 litros que dá 540 litros e também poderia ser 300 litros e outro de 200 litros que dá 500 litros.

Aqui um EuroTrakker 4x2 argentino, mas o vendido no Brasil era 6x4 e o motor era o seis cilindros em linha de 14 litros turbo e intercooler com 370CV.


Em outubro de 1999 na linha 2000 nada muda, em outubro de 2000 na linha 2001 seguiu sem alterações, em outubro de 2001 na linha 2002 sem alterações, em outubro de 2002 na linha 2003 sem alterações, em outubro de 2003 na linha 2004 seguiu sem alterações, em outubro de 2004 ao contrário dos irmãos EuroCargo e EuroTech que acabaram sendo produzidos no Brasil, ele seguiu vindo da Argentina. Em outubro de 2005 ele deu adeus , sendo substituído pelo Trakker anos depois.


Comentários